Blog



Blog

Como impedir que sites 'sequestrem' seu PC para minerar Bitcoins

Vitor | 18/01/2018 13:47 | 0 Comentário(s)


Não foi só o Pirate Bay. Tem crescido o número de sites pegos usando os computadores de seus usuários para minerar criptomoedas, mais especificamente a Monero (como  no caso do site do Governo de SP) sem a permissão das pessoas. O método seria uma alternativa aos banners profundamente invasivos e muitas vezes maliciosos como forma de gerar receitas para manter o site funcionando. 

Apesar de verificada ainda em pequena escala, a prática gera preocupação. Afinal de contas, a mineração de criptomoedas é um processo pesado que usa muitos recursos do computador e pode causar travamentos da máquina. O fato de o sistema ser ativado sem permissão serve como um problema extra. 

Felizmente, existe uma solução. O sistema utilizado pelo Pirate Bay se chama Coinhive. Ele faz a mineração de criptomoedas utilizando uma ferramenta em JavaScript. Sabendo disso, o programador suíço Rafael Keramidas encontrou um jeito de impedir que esse script entrasse em funcionamento com uma simples extensão de navegador chamada No Coin, que pode ser baixada neste link

O sistema funciona praticamente como um bloqueador de anúncios, mas para mineradores de criptomoedas, bloqueando domínios associados à prática. Ao entrar em algum site que tente utilizar a ferramenta da Coinhive, a extensão para Chrome faz sua tarefa e impede que os recursos do seu computador sejam “sequestrados” para essa função. 

A extensão funciona como prometido. O site da Coinhive oferece uma demonstração de como seu sistema funciona; bastou ligá-lo para ver o uso da CPU do meu computador disparando, com o Chrome sendo o maior vilão. Com a extensão instalada, no entanto, a ferramenta não funcionou. 

Por enquanto, não são muitos os sites populares que se valem da prática de usar o PC dos usuários para minerar criptomoedas, mas vale se precaver com esse tipo de prática antes que ela se torne padrão.

Comentários (0)


Pesquisa
Categorias
Top \r\n\r\n